Escolha uma Página

Teseu é um dos maiores heróis atenienses, a origem de seu nome grego refere-se à força.

Ele é filho de Poseidon, deus dos mares, mas foi gerado para cumprir um acordo que desse ao rei Egeu, de Atenas, um herdeiro, pois ele mesmo não podia ter filhos.

Portanto, ele é filho de Egeu, mas originado por Poseidon. Criado pelo avô Piteu, já que seu pai temia disputas pelo trono.

Quando Teseu, na juventude se viu diante do objetivo de encontrar seu pai, dirigiu-se ao rochedo que continha uma espada e um par de sandálias que só alguém muito forte poderia tirar.

Aquele que conseguisse alcançar tal feito seria o herdeiro do trono ateniense.

Quantas vezes na vida nós também somos tomados por esse impulso de busca? Ou encontramos uma força que brota de dentro e nos leva ao encontro do nosso destino?

“Teseu se mostrou capaz de seguir o apelo do espírito. O entusiasmo da juventude lhe assegurou força suficiente para erguer a rocha, configuração do peso esmagador da terra (desejo telúrico). Empunhou a espada, calçou as sandálias e foi ao encontro do pai, seu “pai corporal” e igualmente seu pai mítico. O herói partiu em busca do espírito”

Trecho do livro Mitologia Grega vol. III, Junito de Souza Brandão, editora Vozes.