Escolha uma Página

Esta parece ser a etapa mais desafiadora de toda a jornada, onde se iniciam as provações que culminam na maior de todas elas: o enfrentamento do grande inimigo.

Etapa conhecida como o ventre da baleia, é um voltar-se para dentro, para o interior da noite, que nos engole para renascer na manhã seguinte.

É aqui onde tudo que não é ego é inimigo, onde reina o lado oposto que precisa ser integrado. É também onde encontramos poderosos aliados.

O que o herói transforma em sua jornada, segundo Campbell, é a situação vigente, aquilo que é obsoleto e não nos serve mais.

Nos sentimos profundamente abalados.
As forças contrárias se rebelam e exigem um enfrentamento nos arrastando para esse mundo perigoso.

“A partida original para a terra das provas representou, tão-somente, o início da trilha, longa e verdadeiramente perigosa, das conquistas da iniciação e dos momentos de iluminação. Cumpre agora matar dragões e ultrapassar surpreendentes barreiras — repetidas vezes. Enquanto isso, haverá uma multiplicidade de vitórias preliminares, êxtases que não se podem reter e relances momentâneos da terra das maravilhas.”

Trecho do Livro O Herói de Mil Faces, de Joseph Campbell, editora Cultrix.